arcebispo_topo

V – Passaporte da Cidadania

  • 124 atendimentos sociais
  • 1004 atendimentos de crianças, adolescentes e jovens em “situação de rua”
  • 126 encaminhamentos/Watendimentos em diversas áreas
  • 23 atividades culturais

 

O programa Passaporte da Cidadania visa articular e potencializar as alternativas de atendimento às crianças e jovens em “situação de rua”, sua saída das ruas e o retorno às comunidades, a partir da construção de uma rede integrada de serviços voltados para a inclusão social, investindo, sobretudo, no fortalecimento de seus laços familiares e comunitários. Para este fim atua a partir de um ônibus localizado em locais estratégicos da cidade, escolhidos através de levantamentos e diagnósticos do contexto social. Este ônibus funciona como ponto de articulação para uma rede estratégica de serviços articulados com o poder público local, comerciantes e o conjunto de inciativas comunitárias da Igreja Católica. Com o intuito de contribuir para a integração social de crianças, adolescentes e jovens pobres que usam as ruas da cidade do Rio de Janeiro como meio de moradia e/ou sobrevivência, especialmente aqueles com problemas relacionados ao consumo abusivo de drogas, a Pastoral do Menor elaborou o projeto Passaporte da Cidadania. No desenvolvimento deste processo de promoção humana contamos com o acesso à cultura digital como a principal ferramenta pedagógica, por que, insere os indivíduos em uma discussão em rede e visa apropriar a tecnologia em função da materialização dos processos de lutas por direitos. É, portanto, a cultura digital como um ecossistema sustentável de linguagens e expressões, que cada vez mais mobiliza e articula as juventudes e se apresenta como o novo “palco” de luta por direitos.

“Tudo que eu achei bom no ônibus foram os computadores, as atividades, o ping-pong. Desde o tempo em que eu vim pra cá, eu gostei, e agora não quero mais parar de vir, porque eu gosto muito daqui”.

– Israel, 13 anos

“Conheci o ônibus através de um amigo meu. Estava andando por aí e ele falou: ‘Bora lá no ônibus?’ Aí comecei a pegar amizade com os educadores. O ônibus pra mim foi tudo de bom, aprendi muita coisa sobre amizade e conselho. Pra mim foi ótimo, muita emoção e muita coisa pra guardar. Muitas lembranças”.

– David, 15 anos

Para saber mais, acesse:

Facebook: https://www.facebook.com/passaportedacidadania
passaportedacidadania@gmail.com

Quem Somos
Legenda
Quem Somos
Legenda
Quem Somos
Legenda
Quem Somos
Legenda
Quem Somos
Legenda
Quem Somos
Legenda

Relatório Passaporte da Cidadania – Clique aqui