arcebispo_topo

A palavra do Arcebispo

Esperança para crianças e adolescentes

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ
ORANI JOÃO TEMPESTA, O. CIST. Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

Com grande alegria apresento aos visitantes deste site da Internet os inumeráveis trabalhos realizados pela Pastoral do Menor que, com diligência e prioridade apresenta um bonito caminho de evangelização aos menores em nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, fiel à advertência de Jesus: “quem acolhe o menor a mim acolhe”.

A Pastoral do Menor tem por missão “promover vida digna dascrianças e adolescentes à luz do evangelho, contribuindo para a transformação da sociedade”. O seu objetivo é estimular um ”processo que visa à sensibilização, à conscientização crítica, àorganização e à mobilização da sociedade como um todo, na busca de uma resposta transformadora, global, unitária e integrada à situação da criança e do adolescente empobrecidos e em situação de risco, promovendo nos projetos de atendimento direto a participação das crianças e adolescentes como protagonista do mesmo processo”.

Muitas são as atividades da Pastoral do Menor, como a campanha nacional contra o rebaixamento da idade penal, a mobilização pela erradicação do trabalho infantil e a mobilização contra a violência doméstica e exploração sexual. Ainda desenvolve o Programa de Medida Sócio-Educativa de Liberdade Assistida Comunitária.

Aqui no Rio de Janeiro, essa pastoral, de antiga tradição, além das realidades nacionais tem suasrealizações próprias, como poderão ver neste site de internet. Não nos conformamos apenas nasreclamações e refrões antigos, mas partimos para situações e soluções novas do mundo atual emmudança. Nesse sentido, agradecemos muito os nossos parceiros que possibilitam sermos respostas àsnecessidades de tantas situações.

A Pastoral do Menor está inserida dentro das Pastorais Sociais e é um serviço da Igreja Católica voltado para as diferentes situações sociais enfrentadas pelas nossas crianças e adolescentes que, na pastoral, permaneceram com o nome de “menores”. Nesse sentido é a nós grato convidar você, querido irmão, para percorrer a itinerário do bonito caminho da Pastoral do Menor da Igreja do Rio de Janeiro.

Boa leitura, e seja você um parceiro da Pastoral do Menor na valorização de nossas crianças eadolescentes que merecem a melhor e mais destacada atenção da Igreja de Cristo.